DENSITOMETRIA ÓSSEA

DENSITOMETRIA ÓSSEA

O exame de Densitometria Óssea é o método padrão para a medição da densidade mineral óssea. Este exame utiliza a tecnologia dos raios-X para fazer esta quantificação. A menor massa óssea é um fator preditivo para fraturas osteoporóticas, tão valioso como a hipertensão e níveis de colesterol na avaliação do risco de acidente vascular cerebral e/ou infarto do miocárdio.

A Densitometria Óssea é usada frequentemente para diagnosticar a osteoporose, uma circunstância que afeta frequentemente mulheres depois da menopausa, mas pode também ser encontrada nos homens. A osteoporose envolve uma perda gradual do cálcio, fazendo com que os ossos se tornem mais finos, mais frágeis e fáceis para quebrar. O exame é também eficaz no seguimento do tratamento da osteoporose e de outras circunstâncias que causam a fragilidade do osso. O teste de DO pode igualmente avaliar o risco de um indivíduo para desenvolver fraturas.

O exame é fácil, indolor, não requer nenhuma preparação especial e nem estar em jejum. Pode ser feito com qualquer roupa, evitando-se apenas botões, fechos, fivelas de metal e a ingestão de cálcio logo antes do exame.